sexta-feira, 29 de abril de 2011

A diferença que faz a diferença

Eu acredito que a instrução que adquirimos na escola com nossos professores é apenas uma pequenina parte do que realmente é importante sabermos. A escola não nos da educação, ela apenas nos instrui, o mais importante mesmo é o que aprendemos por nossa própria conta. Acredito que podemos aprender muito mais sozinhos do que na escola. Existem milhares de livros que podemos ler e aprender sozinhos, mas o melhor de todos os aprendizados vem da experiência, e como dizem, “experiência não é o que lhe acontece, é o que você faz com que lhe aconteça”.

Tirando a experiência temos também a observação. A pessoa que vive sua vida sem observar e analisar os acontecimentos a sua volta tem pouca ou nenhuma chance de ser bem sucedido. Então, a observação é parte fundamental do aprendizado.

Se observamos atentamente as atitudes dos vencedores e dos perdedores certamente descobriremos as razões pelas quais cada um deles chegou onde está.

Hoje em dia não preciso nem de cinco minutos conversando com um perdedor pra descobrir as razões do seu fracasso. Quando alguém começa a conversar comigo e começa a reclamar demais de coisas como, falta de dinheiro, falta de tempo, falta de saúde, do governo, da esposa e daí por diante, percebo na hora que ele se encaixa em algum dos itens abaixo os quais pude observar e aprender ao longo dos meus cinqüenta e três anos.

Os vencedores normalmente são aqueles que nunca desistem e os perdedores normalmente são aqueles que sempre desistem.

Os vencedores normalmente sempre arrumam tempo pra fazer alguma coisa e os perdedores normalmente arrumam uma desculpa pra não fazer alguma coisa.

Os vencedores normalmente sempre estão fazendo alguma coisa por vontade própria e os perdedores normalmente só fazem alguma coisa se alguém pedir.

Os vencedores normalmente sempre estão fazendo alguma coisa pra vencer e os perdedores normalmente só fazem alguma coisa se tiverem algo a perder se não fizer.

Os vencedores normalmente usam o seu tempo livre pra fazer alguma coisa ou pra se auto-desenvolver e os perdedores normalmente sempre usam o seu tempo livre pra se divertir.

Os vencedores normalmente sempre estão fazendo parte da solução e os perdedores normalmente sempre estão fazendo parte do problema.

Os vencedores quando não sabem fazer alguma coisa normalmente dizem vamos descobrir como se faz e os perdedores normalmente dizem é impossível fazer isso.

Os vencedores normalmente assumem responsabilidades e os perdedores normalmente arrumam alguém pra culpar.

Os vencedores normalmente são disciplinados e os perdedores normalmente são relaxados.

Os vencedores normalmente têm propósito de vida, sonhos, metas e esperança e os perdedores normalmente não sabem o que querem e tem ilusões.