quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Os tipos de alunos que treinam Kung Fu



O aluno desconfiado: Desde o início é indeciso, antes de se matricular, vem tomar informações e depois retorna inúmeras vezes para conversar com o Mestre. Fica sondando a academia e conversando com os alunos. Depois de muito tempo, quando se matricula, continua desconfiado, como quem procura alguma coisa errada para comprovar a sua desconfiança, é óbvio que acaba encontrando alguma coisa, pois mesmo sendo perfeitos como seres humanos, cometemos falhas, assim, satisfeito em sua busca por alguma coisa errada, desiste e rapidamente é esquecido. Na verdade este tipo de aluno procurava apenas um pretexto para apoiar a sua decisão de não fazer nada com relação ao seu desenvolvimento físico e mental.

O aluno ansioso: De todos os tipos de alunos, este é o mais difícil de se lidar. Ele mal começa as aulas e já está perguntando quando será o exame de faixa. Quando é alertado que no Kung Fu é necessário ter paciência, ele imediatamente nega, dizendo que não está ali somente por causa da faixa. Não fica nem um segundo treinando aquilo que acabou de aprender, assim que o instrutor sair da sua frente, ele já o está procurando novamente para dizer que já treinou e que já aprendeu a matéria, se o instrutor não lhe der ouvido ele imediatamente procura por outro na sala de treino até conseguir o que deseja. É muito raro este tipo de aluno continuar treinando, porque a visão de perfeição que ele tem do que está executando, raramente está de acordo com o que é esperado.

O aluno inconsistente: Este tipo de aluno nunca progride, provavelmente nem sabe porque está treinando. Normalmente não tem um objetivo claro, assim, vive um eterno conflito entre treinar ou não treinar, vir ou não vir às aulas. Vive inventando desculpas, uma hora é porque estava sem tempo, outra é porque estava doente, outra porque o tempo estava quente, outra porque o tempo estava frio, outra é porque estava chovendo, algumas vezes é porque estava sem carro e outras porque havia transito, ou seja, este tipo de aluno só aparece na academia se todos os faróis da cidade estiverem verdes. Tive vários destes tipos de alunos, e um deles depois de quinze anos ainda não era faixa preta, daí se aborreceu de vez e desistiu.

O aluno mimado: Ele nem imagina, mas normalmente é o queridinho da mamãe ou do papai. É aquele aluno que se aborrece com qualquer coisa, tem uma atitude de criança, portanto, se o instrutor não lhe adiantar a matéria ele fica bicudo e desiste, se seu amiguinho terminar a matéria antes dele ele se chateia e desiste, se seu amiguinho trocar de faixa antes dele também desiste, se ficar de fora de uma demonstração desiste, se toma uma repreensão acha que é pessoal e desiste, se reprova no exame de faixa então nem se fala; seu mundo desaba e ele desiste. Normalmente este é aquele ou aquela aluna que treina porque alguém lhe traz, ou porque seu amigo ou amiga, namorado ou namorada, marido ou esposa treina juntamente com ele, ou seja, é aquele que não tem vontade própria.

O aluno ideal: Felizmente é a maioria. São aqueles que vem às aulas constantemente, participam dos eventos, das festas, dos campeonatos, das demonstrações, fazem amizades na academia, brincam e se divertem com o aprendizado, são felizes e sorridentes, normalmente, são aqueles que compreendem e aceitam as sugestões do Mestre.