terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Resoluções de Ano Novo

OK, passamos o Natal e agora nos preparamos para iniciar um novo ciclo com a chegada de 2010. Mestre Gabriel sempre costuma nos dizer que quem não tem objetivo, não chega a lugar algum. Muitos de nós, durante os exames, escutaram ele dar o exemplo do táxi. Vou aproveitar para contar o mesmo exemplo, apenas atualizando com uma ferramenta cada vez mais comum hoje.

Imagine que vc tem um GPS (provavelmente vc até tenha mesmo!). Vc entra no seu carro, aciona a partida do motor, liga o GPS e fica esperando ele dizer qual caminho vc deve pegar.

Só que ele não diz uma palavra sequer! Por uma razão muito simples: vc ligou o GPS, mas não informou para onde vc vai. Se vc insistir em sair com o carro, não espere ajuda do aparelho. Ele vai te dizer onde vc está, mas nunca qual caminho pegar para chegar onde se deseja.

Mas alguém (bem esperto), pode dizer, "mas eu sei qual caminho pegar para chegar no lugar X". E você está certo! Alguns/muitos caminhos já são claros em nossa cabeça e sabemos onde precisamos chegar e sabemos como chegar lá de forma rápida, segura e sem ajuda de ninguém.

Na vida, encontramos situações assim também. Por exemplo: vc sabe que é importante ter um tempo e estar com a família e amigos. Ninguém precisa te indicar isso, na maioria das vezes.

Mas para algumas coisas, é importantíssimo que vc faça o exercício de estabelecer objetivos e metas, como o Kung Fu e Tai Chi Chuan. Em 2010, onde vc quer chegar? Conquistar uma nova faixa? Vencer um campeonato? Participar de um campeonato? Tornar-se instrutor(a)?

No exemplo que eu dei, veja a TSKF como o seu GPS. Ela pode te dizer onde vc está e uma forma de chegar onde vc deseja na sua vida de artista marcial. Mas o primeiro passo de dizer onde quer chegar daqui há um ano é seu.

Estabelecer este compromisso consigo é uma forma de se automotivar. A automotivação é o segredo dos vencedores, não apenas no Kung Fu/Tai Chi Chuan, com em tudo na vida.

Feliz 2010 para todos!

Tá, eu sei que o Natal passou, mas para "ilustrar" o post, uma propaganda do meu tempo de menino...