sábado, 18 de janeiro de 2014

Por quê comigo?

Muitas vezes em nossas vidas, fazemos essa pergunta. Fazemos essas perguntas por causa das adversidades que encontramos ao longo do caminho. Adversidades essas que não podemos prever.

Perda de uma pessoa querida, fracasso em um empreendimento, a separação em um namoro ou casamento entre tantas outras adversidades que passamos. Nos momentos que as adversidades surgem, podemos tomar algumas decisões: Podemos nos esconder em nossas conchas ou atacar qualquer coisa ou pessoa que possamos culpar, ou simplesmente agir com sabedoria e encará-las.

A adversidade é temporária, e se agirmos com sabedoria, essas adversidades trarão benefícios no futuro.

No Kung Fu, vemos que tudo tem um significado, desde as pinturas da academia, até o modo que os instrutores puxam as aulas, por que na vida não seria igual?

Steve K. Scott, autor do livro ¨Salomão, o homem mais rico que já existiu¨, cita em um dos seus livros, que sofreu muitas adversidades, e essas adversidades trouxeram muitos benefícios no futuro. Steve conta que foi demitido de nove empregos após o término da faculdade e, só no décimo emprego que ele teve sucesso. Ele relata que não conseguia ver beneficio algum, apenas problemas: dívidas acumuladas, estresse que ele e sua mulher estavam vivenciando e a impossibilidade de pagarem as contas. Steve fala que se soubesse que todas essas adversidades era uma preparação para ao que viria a se tornar uma carreira de sucesso, ele teria encarado todas as adversidades de uma maneira bem diferente.

Temos tantos exemplos de pessoas que superaram as adversidades, por que nós não podemos superar? Superar as adversidades não depende de outra pessoa, superar as adversidades só depende de nós.

Cada adversidade que enfrentamos tem um significado, basta olharmos com calma, analisar e agir, agir com sabedoria para extrair tudo de bom que conseguirmos.

Deixo abaixo o trailer do filme ¨Gladiador¨, que mostra como uma pessoa pode superar grandes adversidades.


Por João Lourenço - TSKF Barro Preto