terça-feira, 5 de outubro de 2010

Braços Cruzados

Quando começamos nossa prática no Kung Fu, ou mesmo em qualquer coisa nova em nossas vidas, ficamos um pouco inseguros, já que tudo é novidade e há muito para ser explorado.

Entretanto, esta fase de insegurança passa com a mesma velocidade em que estamos abertos para aprender, experimentar novas práticas e explorar como a novidade do Kung Fu, por exemplo, pode trazer benefícios à nossa Saúde.

Mas talvez meio que pelos hábitos de nossa sociedade atual, temos uma certa tendência em temer o novo ou ainda algo que possa nos tirar de nossa zona de conforto, por mais que saibamos que é fora desta zona de conforto que evoluímos.

Com isso, nosso corpo expressa este desconforto e insegurança com uma ação comum: cruzando os braços.

Encontrei neste link uma definição interessante:

"Braços cruzados na frente do corpo - Indicam uma variedade de significados, dependendo da situação. Pode ser uma forma de se resguardar, de se proteger ou de mostrar medo, timidez, força ou poder (uma fortaleza). Como também uma pessoa com os braços cruzados pode, simplesmente, ser fria. De uma forma geral demonstra uma posição defensiva."

Como aproveitar ao máximo o que é oferecido na academia, estando em uma posição fechada?

Teste, arrisque, erre, pergunte, converse, experimente...Tudo isso é Kung Fu! É um eterno aperfeiçoamento prático!

Mas não cruze os braços antes, durante ou depois da aula. Somente quando não estamos na defensiva é que podemos vivenciar uma prática produtiva e enriquecedora.