segunda-feira, 26 de julho de 2010

Baltimore 2011

Não, não errei o ano não. Estou falando sobre Baltimore do ano que vem mesmo...

O campeonato de Baltimore, realizado pela USKSF/TWKSF é um dos melhores que conhecemos. Grande parte do seu charme reside no fato de ele ser realizado em um hotel fantástico nos arredores da cidade. Mais precisamente aqui!

Além disso, é fantástica a experiência de competir em outro país com o seu Kung Fu. Ter acesso à outra cultura, outra forma de pensar e fazer coisas corriqueiras de forma diferente como pagar o metrô ou pagar barato por um café do Starbucks! =)

Mas, por outro lado, é bom ver que o nosso Kung Fu não deve nada para os competidores de outros países e sempre fomos muito respeitados lá fora por nossa qualidade técnica e ritmo.

Mas a idéia deste post é incetivar cada um dos nossos alunos a irem para Baltimore no próximo ano. Sim! Já estou falando do campeonato do ano que vem, sendo que o deste ano acabou ontem (ganhamos medalhas, mas não sei o resultado "oficial").

O propósito disso é gerar algo raro entre o povo brasileiro, mas quem vem mudando pouco a pouco: planejamento.

Para ir ao campeonato do ano que vem, será preciso: ter passaporte, ter visto de entrada nos EUA, ter dinheiro para a viagem e treinar. O "ter dinheiro para a viagem" se divide em três grupos: estadia+transporte, competição e lazer.

Para ter o passaporte basta procurar a Polícia Federal. As informações básicas estão aqui

Para ter o visto de entrada nos EUA (não-imigrante) é preciso procurar a Embaixada dos EUA. As informações básicas estão aqui. Tem mais algumas coisas na preparação para obtenção do visto que ajudam bastante a ter sucesso nesta parte, mas vamos falar mais sobre isso mais para frente.

A passagem aérea é o item mais caro do plano. Viajando pela TAM, a rota São Paulo - Nova Iorque - São Paulo sai por R$ 3.391,28. O valor pode ser parcelado no cartão de crédito, o que ajuda bastante. Outra coisa que ajuda é o fato de fazer a compra antecipada. No exemplo acima, fiz uma simulação de viagem com embarque amanhã e retorno na próxima semana. Quanto mais cedo se compra, mais barato se paga!

Adicione mais US$ 170,00 (R$304,00) para a passagem de trem entre Nova Iorque a Baltimore (ida e volta!) e mais uns US$50,00 (R$ 94,00) de táxi (ida e volta!) para o hotel e você terá algo bem próximo do gasto com transporte dentro dos EUA.

Sobre a estadia, os custos deste ano estão em US$ 120,00 por uma quarto com duas camas de casal, ou seja, em 4 amigos a diária sai por US$ 30,00/noite. Supondo uma estada de 5 dias, temos o valor de US$ 150,00 (R$ 282,00).

Para alimentação, considere US$ 10,00 por refeição. Com três refeições ao dia teremos US$ 150,00 para os 5 dias (R$ 282,00). Na região do hotel existem pequenos restaurantes e um mercado que permitem uma variedade grande no cardápio, sem fugir do orçamento.

No campeonato em si, a primeira categoria sai por US$ 85,00 e as subsequentes, por US$ 20,00. Vamos supor que você vá competir em 3 categorias, teremos US$ 125,00 (R$ 235,00)

Posso "passar a régua"? Em dólares teremos um total de US$ 645,00 (R$ 1.212,60). Somando a passagem de R$ 3.391,28, totaliza R$ 4.603,88.

Todo o valor adicional que você levar será reservado para a diversão, passeios, etc. Mas reforço, quem vai "apenas" fazer a rota para o campeonato no plano que citei acima já tem muita diversão garantida. O que vier além disso, com certeza, é um lucro e tanto.

Claro que esta projeção conta com o dólar turismo no valor de R$ 1,88. Ou seja, este valor pode variar para cima ou para baixo.

Agora falando sobre o treino: esta é a parte mais fácil! Você já está treinando! Basta ver o que gostaria de fazer no ano que vem e, por quê não, estabelecer uma meta pessoal, como por exemplo, chegar na faixa roxa e fazer o Pam Pou Kiu em Baltimore. Para um faixa branca este seria um belo desafio, não?

Como podemos ver, não estamos falando de valores baixos, mas também não é nada de outro mundo! Com planejamento, foco e determinação é possível dar-se este presente e fazer parte do Time TSKF em Baltimore 2011.