quarta-feira, 16 de outubro de 2013

O que você deveria saber para treinar Kung Fu (por muito tempo)

Treinar Kung Fu é assumir um compromisso com você mesmo. É se comprometer com sua saúde, com sua evolução física e mental. "E quando termina?" perguntam muitas pessoas. O término do compromisso que você assume com você mesmo acontece quando se pára de treinar.

Mas, se você mantém este compromisso com você, há algo que termina antes: o aprendizado do estilo que você escolheu. Toda boa escola tem um currículo claro, que não é infinito. Ele pode ser pequeno ou grande, mas sempre tem uma conclusão.

Se você deseja treinar Kung Fu, e ter a possibilidade de terminar o aprendizado de todo o seu estilo, este post é para você.

E o ponto interessante: mesmo que você não more na Grande São Paulo ou na Grande Belo Horizonte, portanto sem acesso direto à uma TSKF, este post também é para você!

Convidamos o Mestre Gabriel para dividir um pouco da sua experiência de mais de 30 anos de Kung Fu, e nos contar algumas situações que as pessoas podem evitar, se quiserem treinar Kung Fu por muito tempo e se formar no estilo que treinam.

É claro que exceções podem existir, mas vale a pena escutar as dicas de quem já passou pelo processo e segue treinando Kung Fu após tantos anos!


Se você achou o conteúdo deste vídeo útil, fique à vontade para compartilhá-lo nas suas redes sociais e você também pode comentar o que achou dele mais abaixo. Será um prazer ler o que você tem para dizer!

Ah sim! Se você der uma olhada no topo desta página, verá que temos um brinde para você: receba gratuitamente em seu e-mail nosso ebook sobre o Wu De (Ética Marcial), segundo a visão da TSKF. Para quem quer saber mais sobre o Kung Fu, é uma leitura valiosa!